Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
14/05/2022

Orquídeas, Beleza rara

Cuidados com orquídeas

Quando você adquirir sua orquídea pela primeira vez, ela provavelmente estará saudável e florescendo.  No entanto, muitas orquídeas são envasadas em condições diferentes, que não favorecem o crescimento a longo prazo. Eles geralmente estão plantadas em recipientes de plástico e embalados com musgo ao redor das raízes.

Na natureza, as orquídeas geralmente crescem em árvores e suas raízes são órgãos coletores de água que precisam de fluxo de ar fresco para permanecerem saudáveis. Orquídeas com raízes molhadas ou enxarcadas, são suscetíveis à podridão das raízes e outros problemas, tais como fungos. No entanto, embora o recipiente atual da sua orquídea possa não ser mais favorável, nunca replante uma orquídea enquanto ela estiver florescendo, o que pode durar algumas semanas ou meses. Em vez de replantar, é melhor adiar a rega.

Quando a floração acabar, é hora de mudar seu pensamento de cuidados de curto prazo para manutenção de longo prazo. A maioria dos produtores corta o espigão de flor antigo perto da base. (Alguns especialistas retêm os picos esperando por uma rebrota, o que às vezes acontece). Também neste momento, você pode replantar sua orquídea em um recipiente mais adequado com o meio de cultivo certo.

Para cultivar uma orquídea, você tem que pensar como uma orquídea. A regra de ouro para o sucesso da orquídea é reproduzir as condições naturais da planta o mais próximo possível. Na natureza, a maioria das orquídeas são epífitas, o que significa que crescem em outros objetos, agarrando-se a cascas ásperas ou mesmo a pedras. As orquídeas vistosas preferidas pela maioria das pessoas são geralmente híbridos de phalaenopsis ou híbridos de dendrobium.

Luminosidade

Essas plantas prosperam em luz forte, mas não na luz solar direta, um pouco sombreada (embora os dendrobiums possam lidar com mais sol).

Solo

As orquídeas não crescem em terra ou mistura de substratos. Em vez disso, você pode comprar ou fazer seu próprio meio para plantar suas orquídeas, que pode incluir uma mistura de itens inusitados, como musgo, casca, cortiça ou até pedaços de tijolo, que permitirão que as raízes respirem, facilite a drenagem da água e a respiração. Você ainda pode usar um fertilizante, que é facilmente encontrado em lojas de plantas.

Água

As orquídeas precisam de pouca água. Suas raízes são órgãos altamente especializados e projetados para absorver água muito rapidamente. Elas precisam de períodos regulares de secagem alternados com rega intensa.

Durante os meses de verão, regue sua orquídea semanalmente e deixe a água encharcar as raízes. Não dói de vez em quando colocar a planta na pia da cozinha e realmente encharcá-la. Não se preocupe, você não vai matá-la desde que ele escorra bem depois. As orquídeas com raízes molhadas são suscetíveis à podridão das suas raízes.

No inverno, mantenha sua planta aquecida e reduza a água para uma vez por mês ou mais. Pequenas borrifadas de água em suas flores e folhas, podem garantir que ela permaneça hidratada, mas seque a umidade das folhas principalmente.

Temperatura e Umidade

Eles também precisam de alta umidade e fluxo de ar ao redor das raízes. As orquídeas se saem melhor em temperaturas mais altas.

As flores das orquídeas durarão mais se você puder fornecer um ambiente ameno, quente e um pouco úmido. Não coloque sua orquídea onde ela sofra correntes de ar frias, tipo ar-condicionado ou exposição à luz solar direta ou ambientes com aquecimento. Ar seco, calor direto e frio do ar-condicionado, são inimigos dessas flores delicadas.

Fertilizante

Durante a estação de crescimento, alimente-as semanalmente com uma solução fraca de fertilizante em pó ou líquido. Não a fertilize no inverno!